Chocolate para o empoderamento feminino

Chocolate para adoçar a vida, chocolate para a alma, chocolate para empoderar, chocolate para dar força e seguir na luta. Este foi o ingrediente e as aprendizagens da Oficina de Trufa realizada com as mulheres do Projeto “Tecendo redes de Solidariedade para ampliação, resistência e fortalecimento da incidência no Estado do Ceará” nessa quinta-feira (16/11), no município de Tauá.

A Oficina de Trufa teve o objetivo de ensinar as mulheres a fazer trufas de diversos recheios e assim incrementar a renda familiar das mulheres.  Durante a oficina também foi realizada uma roda de conversa com a professora do IFCE – Campus Crateús,  a socióloga, militante feminista e educadora do instituto, Jenniffer Dantas, que falou sobre empoderamento feminino. O Projeto, executado pela Cáritas Diocesana de Crateús, é financiado pela Misereor. A oficina se deu dentro da Jornada Mundial dos Pobres- Semana da Solidariedade.

Para Antônia Joelma Ferreira da Silva, que ministrou oficina, foi um momento de compartilhar saberes, otimizar ideias e possibilitar uma melhora na vida das famílias. “É importante quando as pessoas realmente querem aprender. Ver as mulheres fazendo planos para o futuro, me dá esperança de que tenha contribuído para o melhoramento da vida delas. Agradeço a oportunidade de compartilhar e ajudar as mulheres de Tauá”.

A pescadora Tânia Maria Feijo da Silva Araujo, afirmou que a oficina foi importante porque mostrou uma outra possibilidade de renda familiar para as mulheres e também as empoderou. “Gostei muito, foi muito bem administrado, pra mim foi algo novo onde aprendi a confeccionar e a embalar as trufas; pretendo me aprofundar mais na área para que no futuro próximo que seja uma renda extra para a minha família”, enfatizou.

Por Anita Dias

Fotos Anita Dias e Jenniffer Dantas

{gallery}OFTRUfa{/gallery}