Comunidade Quilombola Serra dos Paulos recebe visita do FIDA

A Equipe de Assessoria Técnica da Cáritas Diocesana de Crateús (CDC) – Projeto Paulo Freire recebeu nessa terça-feira, 5 de dezembro a equipe de consultores do FIDA, Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola para a visita de revisão do meio termo. A visita foi realizada na Comunidade Quilombola de Serra dos Paulos, no município de Parambu, que há dois anos é contemplada pelo Projeto Paulo Freire.

Durante a visita os consultores conversaram com as famílias beneficiadas pelo projeto para conhecerem as atividades realizadas e os avanços que a comunidade teve com a chegada do projeto. Para o consultor do FIDA, Pablo Sidersky é importante conhecer o que de fato está chegando nas família. “Este encontro foi uma oportunidade muito boa  para tentar ver o que chega ás comunidades,  as pessoas se expressaram claramente sobre o que vem sendo feito, o trabalho, os frutos que estão rendendo”.

Para a agente de saúde, agricultora e beneficiária, Maria Pereira Mota, o Projeto Paulo Freire trouxe mais possibilidades para a comunidade Quilombola Serra dos Paulos: “aprendi a plantar mandioca, antes plantava da forma errada, antes nossa escola era pequena, agora temos uma escola com mais de 50 alunos, conseguimos trazer internet para a comunidade, estávamos sem telefone e internet. As formações, as reuniões, o acompanhamento fortaleceu e trouxe mais conhecimento para as famílias”, comentou. Já o agricultor João Gualberto de Souza afirmou que o projeto trouxe união para a comunidade. “Renascemos de novo, estamos mais ativos, a associação funciona, somos companheiros”.

A coordenadora do Projeto Paulo Freire, Daniela Cavalcante, afirmou que:  “ver e ouvir das famílias como os trabalhos da assessoria técnica contínua, as capacitações e as implementações do plano de investimento, tem feito a diferença na vida da comunidade e como isso vai prosseguir, faz com que a CDC sinta a alegria de estar e fazer parte desta transformação.

O Projeto Paulo Freire tem o objetivo de contribuir para a redução da pobreza rural por meio do desenvolvimento do capital humano e social e do desenvolvimento produtivo sustentável enfocando na geração de renda, no âmbito agrícola e não agrícola, e priorizando a atenção a jovens e mulheres. A Cáritas Diocesana de Crateús executa o Projeto Paulo Freire que tem financiamento do Governo do Estado do Ceará e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Por Anita Dias

Fotos: Anita Dias

{gallery}AVALPF{/gallery}